Ser ou não ser

Um blog em que eu fico muito à vontade.

segunda-feira, 25 de maio de 2009

Ao som dos acordes.

Num sonho quase impossível, soa-se o som do vento embalando as ondas do mar. Como a bruma do oceano e a relva da floresta, vivemos em sonhos e sonhando com a mata que um dia desaparecerá...aos homens que destroem o sentido mais puro de vida, um alerta para estes números: nos últimos anos, a mata encoCor do textolheu 17% Séculos de destruiçao, exploraçao não sustentável, desmatamento.Gerações seguidas que trataram a floresta como obstáculo a ser vencido. HOJE SABEMOS O VALOR DE PRESERVAR. Nesta terça-feira, dia Nacional da Mata Atlântica, vamos dar um grito de guerra, e fazer soar aos governantes o sério risco que estamos correndo dividindo o nosso BEM MAIOR.

2 comentários:

Dora Regina Dias Pereira disse...

Os últimos trechos existentes da Mata Atlântica continuam a ser devastados e degradados pela ação do homem, que corta árvores, ateia fogo na vegetação e captura ou mata os animais.
QUEM AMA CUIDA!!
BELA POSTAGEM!!!

ONG ALERTA disse...

o ser humano não respeita sua própria vida imagina o planeta, paz.